O Projeto Nacional e as proposições de Ciro Gomes


Por Robson Cardoso Silva

Deixando o gosto pessoal, a estética e as fake news de lado, que nada mudam o Brasil, você conhece as reais propostas de governo do seu antigo e do seu futuro candidato? Mesmo? Compare com estas propostas do Ciro Gomes construídas há mais de 3 eleições presidenciais. Elas agregam o melhor do brasileiro.

PND: RENOVANDO ESPERAÇAS

São propostas postas em debate, um projeto novo! Um projeto nacional e de desenvolvimento! Assim, entendam um Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento como a esperança brasileira:

  • Um projeto porque nele há metas, prazos, planos, objetivos, controle, supervisão e avaliação! No Brasil precisamos dar nomes aos bois, para que aventureiros de plantão não venham perpetuar esta miséria que aqui está! Quem vai fazer o que, quanto custa, qual é o prazo e qual o rumo que se deve seguir! É este o papel de um presidente do executivo!
  • Novo porque falta sim um controle e uma assimetria com o que vem sendo feito no país há anos, ou continuaremos a chamar o governo do PT de esquerda mesmo tendo havido uma forte concentração de renda e o maior lucro da história dos bancos no país! Desta forma, Lula copia FHC, Dilma copia Lula, Temer copia Dilma e o nada impera até hoje!
  • Nacional porque, no Brasil, costuma-se pensar que o ideal de uma vida feliz é consumir, sobretudo sem freios e também, devorar um padrão de consumo que nem mesmo nós somos capazes de produzir! Para piorar, tudo é importado, ou quase 80% do que consumimos hoje é produzidos no estrangeiro! Perdemos a noção de que podemos, devemos e temos condições de produzir uma nova perspectiva de vida, com objetos materiais e relações feitas aqui no Brasil! Não dá pra manter o Centro-Oeste carregando o Brasil nas costas, como tem feito, pagando tudo com produtos agrícolas, enquanto os dispositivos se renovam, quase que mensalmente, com cada vez mais tecnologia sofisticada a preço de ouro!
  • Desenvolvimentista que acolha as estratégias do empreendedorismo brasileiro, há tempos abandonadas em prol do rentismo, tendo fábricas com capacidade de produção parada ou um empreendimento que têm maiores custos em comparação com o dinheiro sendo especulado no banco! Precisamos nos desenvolver! Criar caminhos que interrompam a desindustrialização, patrocinar obras públicas e fazer as famílias terem nome limpo na praça, porque elas são as responsáveis pelo maior fluxo de dinheiro na economia brasileira e é urgente os candidatos saberem disso!
E COMO SE FAZ ISSO?

As propostas de Ciro Gomes não só foram testadas como também são criadas por pessoas que vivem o que sugerem! Não basta ser um economista, mas é preciso ensinar e propor para estar na equipe do PDT, como Mauro Benevides Filho que está à frente das propostas econômicas do projeto! Além de ser professor de uma faculdade pública, Mauro tem um currículo extremamente grande em ações propositivas que melhoraram a vida fiscal do Ceará, pequeno estado brasileiro que alcança números e registros sem precedentes de melhoras! Desta forma, o nome limpo de pessoas permite que estes voltem a consumir e se garantirem como cidadãos orgulhosos de seus nomes! Ele propõe também uma reforma fiscal que seja simples, que procure a equidade social e que progressivamente esteja em juros menores com prazos maiores, podendo prover o setor público.

Já Luiz Carlos Bresser Pereira, um cientista político e renomado administrador de empresas, ilumina a equipe com as ideias de blocos desenvolvimentistas, sendo eles o complexo industrial de petróleo, gás e bioenergia (nossos recursos naturais têm que permanecer nossos!); complexo industrial do agronegócio (não pode faltar aqui para abastecer lá fora!); complexo industrial da saúde (necessário e evidente nesta pandemia que o mundo vive desde 2020!); complexo industrial da defesa (para que os custos de nossa Inteligência e das Forças Armadas sejam viáveis e nacionais).

O caminho está no projeto e já foi traçado:

  1. Desinterditar acordos para que possamos consolidar o passivo das grandes empresas. Fazendo uso das reservas cambiais do Brasil no exterior para investimentos e planejamentos compromissados com emprego e renda dos trabalhadores a juros menores e prazos maiores;
  2. Superar o desequilíbrio das contas públicas. É preciso mexer nos privilégios dos benefícios sem cabimento, como, por exemplo, uma pequena parte dos benefícios comprometerem mais de ⅓ da receita;
  3. Vencer o desequilíbrio externo. Criar ferramentas e métodos para produzir nacionalmente aquilo que a população tem por demanda, substituindo as importações, compras governamentais e rearranjos de negócios empresariais compromissados com a população.
E TUDO ISSO DÁ EM QUE?

Uma vez resolvidas questões estruturais, tornando-as mais dignas, justas e promotora de pessoas e não negócios obscuros, o projeto permite que o Brasil tenha renda sustentável, quero dizer, possa lidar com dinheiro próprio sem depender de capital externo e, assim, promover Educação pública e de período integral! Ter meios para propiciar a defasada segurança pública, que hoje é polícia x bandido, sem inteligência e sem o apoio do Estado e, então, a proposta é Inteligência, Estado e Polícia x bandidos, dando larga vantagem aos servidores públicos!

Se você se identifica com isso, quer ver o Brasil grande de novo, reconhecendo o seu lugar na sociedade, ter aquele pertencimento de nossa nação de novo, leia e procure mais sobre estas propostas e apresente-as para seus amigos e familiares!

VAMOS DISCUTIR PROJETOS E NÃO PESSOAS!