Sinto informar: há sim caminhos para a boa política


Por Bruno Chaves

Setenta reais: esse foi todo investimento que fiz até hoje nas minhas atividades políticas. Vinte reais foram dedicados para a confecção de um banner da Todos com Ciro, os outros cinquenta reais utilizados no rateio para um carro de som, ambos durante a campanha eleitoral de 2018. Foi então que eu aprendi o que era, de verdade, a boa política.

E por falar na Todos com Ciro, tenho tranquilidade em dizer que esse movimento foi e continua sendo uma grande escola de mobilização social e política para mim. O movimento é formado basicamente por cidadãs e cidadãos que lutam por um Projeto Nacional de Desenvolvimento para o país e, através disso, buscam engajar uma rede de mobilizadores em todos os municípios e regiões. Eu sou um deles, com muito orgulho!

Dentro da TCC conheci centenas de pessoas incríveis, fiz amizades verdadeiras e pude experimentar a força da boa política: aquela que é baseada no exemplo, na ideia e na militância, como nosso presidenciável Ciro Gomes costuma dizer. Assim tocamos todos os dias a nossa construção, nos reunindo em praças públicas, dialogando com o povo nas ruas, organizando encontros temáticos, adesivaços e carreatas. Carregando, na verdade, uma mensagem de esperança para um povo que tem sofrido com a falta dela.

Chegar no PDT foi um caminho natural, afinal, havia identificação programática da minha parte. Chegando, descobri que o partido estava necessitando de novas lideranças no município. Então assumi o desafio de presidir a sigla e trouxe comigo dezenas de jovens sedentos por mudança, por fazer a boa política. Nos faltava experiência? Claro que sim! Mas posso afirmar que não tê-la foi a melhor companhia naquele momento. Perdemos a eleição presidencial, mas a semente (que podemos chamar de ideia) foi devidamente plantada, e hoje o PDT Nacional tem colhido excelentes frutos, especialmente em Alagoinhas.

Mas voltando aos setenta reais e à boa política:

Encorpamos o partido em Alagoinhas, entraram diversos outros jovens que formaram a Juventude do PDT e mulheres se somam nas fileiras da Ação da Mulher Trabalhista (AMT). Em fase de formação temos também o PDT Diversidade, o Movimento Negro, o PDT Sindical e o Movimento Cultural Darcy Ribeiro (MCDR). Queremos chegar aos cem núcleos de base, portanto, estamos apenas no começo. Bem no começo! Não posso deixar de citar o empenho de pessoas competentes que fazem parte da direção estadual, liderados pelo deputado Félix Mendonça, parlamentar que tem honrado a Bahia e as bandeiras do trabalhismo no congresso nacional.

A organização do nosso time para as eleições 2020 aconteceu dentro de princípios estabelecidos, baseados no programa partidário e cientes de que é aqui que começa o citado Projeto Nacional de Desenvolvimento. O PND, para os íntimos. Apresentaremos, assim, um time de altíssimo nível para competir o legislativo municipal. Time este formado por professores, profissionais da saúde, agentes da cultura, micro e pequenos empresários, industriários, psicólogos, policiais da reserva, estudantes, radialistas, mestre de obras, lideranças comunitárias e políticas. Certamente vamos eleger vereadores e vereadoras, fortalecendo ainda mais essa construção baseada na…ideia!

Tenho que falar também do nosso pré-candidato à prefeitura municipal, Juscélio de Souza Carmo, que carrega nas suas proposições e na sua indignação a razão de nós pedetistas fazermos política, afinal, é consenso que muita coisa precisa melhorar. E para apontar as possíveis soluções, nada como clarear os erros do passado. Assim Juscélio chega ao PDT, através do convite do nosso companheiro Tonho Barreto, outra figura fundamental para chegarmos até aqui com força, militância, fé na boa política e, repito, com apenas setenta reais, até então.