Ciro Gomes: o homem que fez um rio


Texto de: Time Ciro Gomes

Em 1993, Fortaleza e região metropolitana viviam o terror do iminente colapso de água. Ciro Gomes, enquanto governador do Ceará, propôs a genial e revolucionária ideia de captar água do Rio Jaguaribe, a 120 km da região. Todavia, o tempo era tão escasso quanto a água, haviam somente 90 dias para execução e término dessa obra grandiosa.

Daí surge o fundamental papel de um homem público que zela o seu povo. Ciro foi informado que era possível construir apenas 10 km em 90 dias, então ele decidiu pela criação de 12 obras de 10 km simultaneamente, trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana. O canal possui 1 milhão e 500 mil metros quadrados de manta asfáltica, a maior do mundo.

Ciro Gomes visitou a obra todos os dias durante os 90 dias e admiradamente cumpriu com sua palavra. Ciro movimentou a economia do Estado, foram 57 empresas cearenses contratadas e, ao final, salvou inúmeras crianças, jovens, idosos, mulheres e homens de passarem pelas privações de um colapso total de água. Em homenagem aos 5 mil trabalhadores e aos 2 falecidos durante a obra, o canal leva o nome de “CANAL DO TRABALHADOR”.

“Quando as pessoas dão a você o privilégio de servi-lá como seu governante, você tem que se atracar com o problema e dar nele até resolver” – Ciro Gomes

Time Ciro Gomes

Categorias

+ Não há comentários

Adicione o seu