12 razões que me levam a optar por Ciro Gomes


Texto de: Carlos Velasco*

1 – Vai retomar as concessões vendidas a preço de liquidação pela Petrobras de forma responsável, ou seja, indemnizando os compradores pelo preço que pagaram e pelos investimentos já feitos.

2 – Impedirá que a Embraer seja engolida pela Boeing.
3 – Quebrará o cartel bancário, fragmentando o setor e instaurando um verdadeiro mercado concorrencial, usando os bancos públicos como alavanca e garantia.
4 – Despolarizará a sociedade com um novo Pacto Nacional de Desenvolvimento a longo prazo, beneficiando a classe média, o pequeno empreendedor e a população carente com uma reforma fiscal que vai onerar os grandes rentistas – atualmente não apenas beneficiados por isenções aberrantes, mas eles próprios beneficiários da opressão fiscal por via dos juros sobre a dívida e acesso privilegiado aos recursos públicos – em favor de um alívio nos impostos sobre consumo e sobre a renda de toda a classe média.
5 – Voltará a financiar a pesquisa de ponta, a educação básica, a formação científica, a indústria de alta tecnologia e a indústria bélica visando a defesa.
6 – A nível geopolítico, seguirá o caminho gradual para que o Brasil assuma uma posição no Concerto das Nações com pragmatismo. Ciro sabe que não se pode voltar as costas a nenhuma das grandes nações e que a independência brasileira, hoje mais do que nunca, depende do equilíbrio de poder. Por outro lado, compreendeu que o Brasil terá de assumir uma papel mais activo na América do Sul se não quiser que outras potências preencham o vácuo actualmente existente.
7 – Combaterá a criminalidade, um problema que já tomou proporções que colocam o futuro do Brasil em causa, com um maior foco na inteligência, integrando a esse esforço medidas de repressão e medidas sociais preventivas.
8 – Ciro abdicou de ser um déspota iluminado com pretensões de reformar os costumes de uma nação. As posições de Ciro, naquilo onde mais me choco com ele, que é a área dos costumes e da religião, tornam-se assim meramente uma questão pessoal. Sua visita a Aparecida foi um tributo prestado aos católicos e demais cristãos brasileiros.
9 – Fará uma reforma política, dentro do que é possível, para a reforma do sistema eleitoral, permitindo que os actuais políticos não se oponham em massa contra ela e abrindo espaço para uma renovação da classe política em 20 anos.
10 – Acabará com os criminosos privilégios que corrompem o judicário, o legislativo e o executivo, assim como toda a administração pública, sem atacar os direitos adquiridos, o que poderia abrir um precedente cujo potencial é ainda mais perigoso do que o problema em si.
11 – Todas as outras opções não são apenas más opções, mas significam o desastre. Más opções foi o que tivemos em todas as eleições passadas. Agora já não há margem para erro. O Brasil não é um planeta, mas sim uma nação num planeta cujo quadro geopolítico está se alterando rapidamente. Temos de escolher entre a sobrevivência e a restauração, e apenas Ciro oferece isto, ou o caos.

12 – Quebrará os oligopólios que actualmente cartelizam os meios do comunicação de massa, instrumentalizando-os em prol das agendas políticas que trouxeram o Brasil ao actual impasse e podem levá-lo até mesmo a uma guerra civil.

O está originalmente publicado no blog https://libertoprometheo.blogspot.com/ . Confira! 

+ Não há comentários

Adicione o seu