Checamos: é FALSA a informação de que Ciro Gomes classificou o movimento #EleNão como “grosseiro equívoco”


Circula nas redes sociais a informação de que Ciro Gomes supostamente teria chamado as manifestações do #EleNão de “grosseiro equívoco”.

A informação foi inicialmente vinculada pelo site da CBN, e depois foi compartilhada pelo perfil do Twitter do candidato Guilherme Boulos.

Checamos a fala do candidato, e a informação é FALSA.

Isso pode ser percebido pela transcrição da entrevista concedida por Ciro Gomes à rádio CBN, na tarde desta terça-feira (2 de outubro):

“O Bolsonaro virou uma menção de tudo o que está acontecendo e é um erro. Por exemplo, quando as pessoas vão em massa às ruas, ao invés de afirmar um sim a um projeto, uma alternativa, todo mundo foi falar ‘ele não’, ou seja, todo mundo estava dizendo que Bolsonaro virou uma referência para o debate nacional. Estou tentando mostrar que esse é um grosseiro equívoco e está convidando o país para bailar à beira do abismo. Essa confrontação odienta, anti-PT, anti-Bolsonaro, isso vai precipitar o Brasil num precipício muito grave.”

Percebe-se que a fala foi descontextualizada. Ciro Gomes não se referia às manifestações “Ele Não” como grosseiro equívoco, mas sim o fato de Bolsonaro ter se tornado referência no debate nacional.

Na véspera da manifestação, ocorrida em 28 de setembro, em sua página do Facebook, Ciro Gomes convocou sua militância, e classificou o movimento como “histórico”:

“Hoje à tarde já convoquei uma reunião das mulheres maravilhosas que estão me ajudando para a gente orientar toda a nossa militância a reforçar o movimento histórico que as mulheres brasileiras vão fazer para defender o Brasil do retrocesso, do preconceito, da violência, de apologista da tortura. O movimento Ele Não vai fazer história no Brasil. Todas as mulheres devem ir, às praças, às ruas, na paz, com cuidado.”

Compareceram à manifestação sua esposa, Giselle Bezerra, e a candidata a vice-presidente, Kátia Abreu.

Nesse dia, Ciro permaneceu de repouso, por recomendação médica, em razão da cirurgia realizada na próstata durante aquela semana.

+ Não há comentários

Adicione o seu